terça-feira, 2 de Fevereiro de 2010

OS PERIGOS DA INTERNET

As novas tecnologias de informação e comunicação permitem-nos ter, literalmente, o mundo à distância de um clique. Podemos hoje expressar os nossos pensamentos e divulgá-los facilmente em blogues, enviar mensagens instantâneas, comunicar com os amigos, trabalhar, ver filmes, vídeos... Mas, toda esta facilidade tem um preço.

QUAIS OS PERIGOS?

Nem sempre é tarefa fácil distinguir entre aquilo que é, ou não, perigoso. Dos riscos que “saltam à vista”, a pornografia é, desde logo, o mais conhecido. O acesso é fácil e os materiais abundam. Mais grave, a pornografia infantil é, infelizmente, outro dos problemas da Internet, embora o acesso não seja tão fácil como para a primeira. Não faltam também os sites de conteúdo racista, ou de puro incitamento à violência. No entanto, por vezes o perigo pode vir de uma conversa aparentemente inocente tida num programa de conversa a distancia, o “chat”.
Por todas estas razões convém que crianças e adolescentes sejam orientados na sua “navegação” e que, aprendam a lidar com as situações que se lhes deparem.
QUAIS OS PERIGOS MAIS HABITUAIS?

• Visionamento de material impróprio (ex: pornografia);
• Incitamento à violência e ao ódio;
• Violação da privacidade;
• Encontros “online” com pessoas menos recomendáveis.

O QUE FAZER?

Em primeiro lugar recomenda-se aos pais que comecem por conversar abertamente com os seus filhos, alertando-os sobre o lado negativo da Internet e aconselhando-os a evitar os seus perigos. Orientar é, sem dúvida, melhor que proibir.

O crime também existe na internet e está configurado na lei. É assim possível apresentar queixa às autoridades, quando tal se justifique. Embora não seja fácil em algumas situações trazer os culpados perante a justiça.

ALGUMAS REGRAS QUE OS PAIS DEVEM ACONSELHAR:

• Nunca dês as tuas passwords a ninguém;
• Nunca dês informações sobre ti, de forma a poderes; ser identificado (nome, telefone, morada, foto);
• Não abras e-mails de quem não conheças (pode conter um vírus!);
• Nunca deves ter encontros com “amigos” feitos online
(na realidade não sabes quem esses amigos são);
• Pede ajuda aos teus pais ou aos professores quando tiveres algum problema.

Neste novo mundo sem limites nunca é demais estar alerta e adoptar uma atitude de precaução. Assim, poderemos aproveitar um universo de oportunidades de modo seguro e consciente.
Gil Gomes, nº8
Hélder Machado, nº10

6 comentários:

  1. obrigado por teram publicado isso, ha muita gente que não percebe os perigos da internet, conheço uma rapariga que namora com um home de 24 anos que conheceu na internet...nao é desta escola, mas isso é muito perigoso, obrigado por alertarem.

    ResponderEliminar
  2. É realmente o perigo é muito grande.De repente podemos trazer para dentro de nosso lar muitos problemas.Os pais hoje em dia já não tem muito tempo para os filhos ficando cada dia mais distante.A pedofili as drogas violência está cada vez mais próximo>pais curtam os seus filhos existem tantas brincadeiras saúdaveis que as crianças não precisam ficar na internet.O seu bem mais precioso o seu investimento maior é o seu filho.

    ResponderEliminar
  3. Também concordo é super perigoso para o meu filho!!!

    ResponderEliminar